Conheça os 3 cursos que podem te levar a ser membro da aeronáutica

Quarta, 23 de Junho de 2021

Você sempre teve o sonho de fazer parte da Academia da Força Aérea (AFA)? Se sim, esse texto é pra você! Pensando em te guiar melhor, pesquisamos as principais formas de entrada para essa profissão, quantos anos dura a formação e o que os estudantes têm direito nesse período. Quer descobrir mais? Então acompanha a matéria.

Para poder fazer parte da Força Aérea Brasileira (FAB), é necessário fazer um destes três cursos: oficiais aviadores, oficiais intendentes ou oficiais de infantaria. Com duração de quatro anos em regime de internato, os cadetes têm a possibilidade de sair de lá com diploma de bacharelado em Administração mais um bacharel na especialidade escolhida. Vale lembrar que, nesse período de estudo, os alunos recebem alojamento, uniforme, comida, assistência médica e soldo mensal a definir, mas que pode chegar a 1 salário mínimo (dados de 2021).

Depois de formado, os cadetes passam a ser aspirantes oficiais da Aeronáutica e, caso sigam carreira, quem fez o curso de aviação pode chegar a tenente-brigadeiro, o intendente chega a major-brigadeiro e o oficial de infantaria chega a brigadeiro. Conheça mais sobre cada curso a seguir:

 

Oficiais Aviadores

 

Os aviadores são aqueles que vão realizar as operações de combate e também transporte. Antes da habilitação para o voo, o aluno precisa passar por uma formação rigorosa. Entre as matérias que ele estudará estão: inglês e espanhol, navegação visual, manobras, acrobacias, navegação por instrumentos e voo noturno.

 

Depois disso tudo, o cadete vai precisar se especializar por dez meses em um tipo de aviação: helicóptero, caça, patrulha, transporte ou reconhecimento. Assim, adquirem o diploma em Ciências Aeronáuticas com habilitação em Aviação Militar, além do bacharel em Administração.

 

Oficiais de Intendência

 

Os oficiais intendentes são os famosos administradores. Não que eles não participem de combates. Eles têm essa chance também, mas auxiliam mais no corpo administrativo e planejamento das operações.

 

Durante seus quatro anos de formação, o aluno também terá todo o apoio estrutural e um salário por mês. Estudará também inglês e espanhol, além do contato com matérias de logística, finanças, intendência operacional, dentre outras. No final do curso, passam por um estágio para por tudo isso em prática e saem com o diploma em Ciências Logísticas com habilitação em Intendência da Aeronáutica, além do bacharel em Administração.

 

Oficiais de Infantaria

 

Os infantes são também muito importantes. São eles que farão a defesa aeroterrestre, defendendo aeroportos, áreas de combate, sem contar na defesa do céu do Brasil. Eles podem se especializar em diversas áreas, como fazendo o curso do PARA-SAR, de paraquedistas, guerra na selva… enfim, podem ajudar de diversas formas. Mas vale ressaltar: esse curso só é destinado ao sexo masculino.

 

Em seus quatro anos de formação, aprendem inglês, espanhol, armamento, tiro, artilharia antiaérea, defesa química, nuclear e biológica, entre outras matérias. No fim de tudo, ganham o diploma em Ciências Militares com habilitação em Infantaria Aeronáutica, além do bacharel em Administração.

 

Agora que você já sabe de todos os meios possíveis de participar, se você tem entre 17 a 22 anos, já acabou ou está terminando o ensino médio, é hora de prestar a prova. Mas fique atento: parte das vagas para o curso de oficiais aviadores são exclusivas dos alunos da Epcar.

 

 

Palavras-chave: cursos, aeronáutica